Em uma sociedade onde a mulher desde pequena ganha panelinhas ao invés de carrinho, pipa ou espadas. É difícil saber de onde vem o “gosto” ou o “prazer” em se preparar os alimentos na cozinha.

Em uma sociedade onde meninos brincam com jogos de raciocínio e LEGO, enquanto meninas brincam de “casinha”, onde elas reproduzem o papel de mães e esposas, mesmo sendo crianças. É fácil saber por que existem poucas mulheres no campo científico por exemplo, e muitas “donas de casa”.

Em uma sociedade onde meninos se vestem de heróis e meninas de princesas aguardando o resgate de um príncipe encantado, fica difícil saber se a tal “fragilidade” é nata da mulher ou apenas construção social, e fica fácil saber de onde vem tanta dependência emocional feminina.

Em uma sociedade onde enquanto os meninos jogam bola, e as meninas brincam de bonecas, de trocar suas fraldas, de amamentar, e de fazer dormir. É difícil se pensar em onde surgiu o desejo “espontâneo” da maternidade.

Em um sociedade onde o filho adolescente homem é incentivado a “pegar várias” e liberado para chegar a hora que quiser, e a filha mulher não pode sequer ser vista aos beijos e tem horário para estar em casa. É fácil imaginar por que homens desrespeitam, estupram, agridem e matam mulheres em todo o mundo, e as consideram seres humanos inferiores, não levando em conta seu potencial, seus sentimentos, suas emoções, seus desejos e sua importância.

1 COMENTÁRIO

  1. É difícil entender tudo isso, mas é sempre necessário buscar mudança. Espero que um dia seja tudo diferente e que possamos conquistar esse estímulo que os homens recebem desde cedo em várias questões, e que ao meu ver, nós mulheres ficamos anos luz atrás.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here