Todos os dias a cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil, nem um terço dessas mulheres conseguem denunciar, pelo medo do agressor, pela forma que são tratadas nas delegacias, no atendimento clínico, pelo medo de não acreditem nelas, por vergonha, por N motivos que nos desencorajam, pois vocês nos ensinaram que é algo “normal” violar os nossos corpos​.
É muito difícil algum caso de estupro se tornar público, mas estamos dando em um caso pra que eles e torne! A vítima, precisou sair do país para conseguir denunciar e assim o fez! E precisa de visibilidade no caso, coisa que mídia nenhuma concerne a uma mulher vítima de estupro. Segue o relato dela:
“Fui estuprada a 3 anos por um dentista na minha cidade de ASSU/RN.
Eu ensinava inglês particular a mulher dele por 7-8 meses ou mais já.. Ela começou a me convidar para um banho de piscina que eu sempre recusava pq trabalhava bastante e quando chegava a noite queria ficar com meu filho .. Enfim dia 28 de Abril de 2014 eu aceitei esse banho de piscina depois da aula .. Tenho que lembrar que antes da aula começar ela tinha dito pra mim que tinha sido o aniversario do marido dela e ela iria contratar uma prostituta de presente pra ele.. Eu fiquei surpresa mas continuei minha aula normal.. Quando a aula terminou eu fiquei surpresa com a insistência dela pois estava chovendo .. Quando entramos na piscina ela me falou que eu tinha um sexappeal enorme ”que eu exalava sexo” Eu novamente achei aquilo mt sinistro mas não sabia como sair daquela situação. O marido dela apareceu do nada e pulou na piscina e perguntou sobre o que estavamos conversando e ela falou: “estava falando pra kari que ela tem o sexappeal enorme” então ele cheirou meu braço e disse ”SIM” fiquei mt constrangida depois ele voltou e tocou minha perna ..Eu chamei a Andrea pra perto mas ela parecia está gostando da situação…Pra quebrar o clima comecei a falar sobre trabalho… Ela me ofereceu o banheiro eu fui. Entendi como se ela quisesse ficar a sós com o marido.. Quando voltei pra piscina ele se aproximou de mim falando sobre trabalho..Me distraiu e Andrea saiu pelas minhas costas… Eu nao tinha percebido, Derrepente ele diz ”Andrea disse que vc gostaria de colocar silicone mas pq seus seios são tão lindos” e baixou a parte de cima do meu biquini e me atacou e arrancou a parte de baixo e me penetrou .. Eu gritava por Andrea mas ela não veio me ajudar, eu pedia pra ele parar.. ele me afogava e me estuprava!!!! Depois de algum tempo eu já não tinha mais força pra me debater.. Eu so esperava que aquilo acabasse.. Tudo que vinha a minha cabeça era sair viva e ver meu filho novamente!!! Chegou a um ponto que meu choro não cessava entao ele parou pegou a parte de baixo do meu biquine e me devolveu e me disse com a cara mais sínica do mundo ”você gostou?” Eu tremia e chorava eu so falei ”isso é errado” Eu temia por a minha vida!!! Corri para o quarto onde eu ensinava Andrea, e lá estava ela … O quarto de frente para a piscina com uma janela de vidro.. ELA VIU TUDO!!! Eu me tremendo e chorando com a voz falha disse ”como você aceita isso?? eu confiava em você” Ela me disse: “Nada vai mudar entre a gente,está tudo bem” Com a cara mais ironica do mundo!! eu já não tinha mais reação ela me puxou pra me dar um banho e eu por medo que me fizesse algo deixei..depois pedi pra ir pra casa disse que iria chamar meu moto taxi de confiança mas ela disse que iria me deixar em casa. Meu pai me ligou e disse”Onde voce está? Cuidado com esse povo” como se ele pressentisse algo mas eu não podia dizer nada pois ela estava do meu lado … Ela foi me deixar em casa e seu marido já não estava mais no jardim. Eu chorava em estado de choque!!!Depois ela me mandou uma msg no cel que dizia ”Fique bem minha amiga eu gosto muitode voce,voce é uma pessoa que me faz muito bem e eu nao quero perder isso.”
INFELIZ!!! Passei a noite em minha casa pois sabia que meu pai tem o temperamento estourado e se dissesse a ele na noite ele teria ido lá e esse dentista possui um arsenal de armas em casa … as 2 da manhã liguei pro meu esposo que esta trabalhando na Inglaterra e ele me orientou a ir a policia mas tive muito medo por serem pessoas influentes e perigosas!!! 3 anos se passaram duas outras vítimas vieram à diante. Hoje ele responde em liberdade e eu vivo, na minha própria prisão, fora do meu país.”
Kari Gilligan é mais um vítima de uma sociedade estruturalmente patriarcal, machista e que ainda permanece sobre o poder dos coronéis que só mudaram seus títulos! Kari, precisou de muita força para estar reiniciando justiça e mais que nunca precisamos unir forças!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here