A propaganda:

“De origem sueca e feita de silicone… em tamanhos que variam de 1.50 a 1.75cm. A textura da pele detém aproximadamente 99,8% de semelhança com a pele humana; durabilidade de 2 anos sob regime de uso constante e diário; écompletamente regulável, basta ‘colocar-lhe’ na posição adequada e ela se acomoda. Tem 100 sensores espalhados pelo corpo, 30 apenas na zonas erógenas. Cada um dos sensores faz com que ela se movimente levemente de alguma forma, podem existir 20 combinações concomitantes.

Ao ser penetrada, emite um som leve e macio que ecoa generosamente nos nossos ouvidos. Vem com sonorização embutida na garganta e reconhece até 16 comandos (Português está incluído) ‘extremamente personalizados’ (máximo a 2,0m de distância dos seus ‘ouvidos’). Quando existe algum tipo de pulsação dentro das suas zonas erógenas, emite leves gemidos de estimulos.

Além de tudo isso, ‘fica úmida’ com facilidade… basta uma leve ‘mãozinha boba’ passando sobre qualquer dos seus sensores. E o mais importante, tem ‘senha de uso’. Vem uma instrução na caixa sugerindo guardar a senha muito bem guardada.

Suas principais características:

– 3 entradas operacionais (vagina, ânus e boca);

– possibilidade de trocar a cabeça (para variar um pouco)

– pode-se escolher a altura e o peso (7 tamanhos disponíveis)

– as medidas (quadril-peito), cor da pele, dos olhos e cabelo ou dos pelos púbis (que podem ser até raspados), o tamanho da unhas e até a cor do baton, podem ser alterados.”

Daí vem os comentários masculinos sobre:

“É só vantagens…”

“NÃO É ELÉTRICA (o que é um alívio. Já pensou se na hora H entra em curto?)”

“Não fala”

“Não fica menstruada”

“Não engravida”

“Não vê novela, nem se incomoda se estamos a ver futebol na TV”

“Não compra roupas nem sapatos;  Não tem mãe *(ISSO É MUITO IMPORTANTE)”

“Não vai ao salão de beleza”

“Não tem dor de cabeça”

“Não nos acompanha na cervejada com os amigos”

“Não engorda nem envelhece etc…”

“O único inconveniente (ou não) é que custa cerca R$ 14.000,00 e não lava, passa ou cozinha, mas também não pede pensão”

Nossa querida Valerie Solanas disse certa vez:

O homem é um ser egocêntrico, fechado em si próprio, incapaz de desenvolver afinidades, de se identificar com os outros, de amar, de sentir amizade, afeição ou ternura. É uma célula completamente isolada incapaz de se relacionar.» (Valerie Solanas, Manifesto da Scum, página 7, Fenda; o destaque a negrito é posto por mim).

O problema em como homens vêem mulheres e as enxergam socialmente (e sexualmente), entenda, não está relacionado à genética masculina, ou a biologia, ou algo do tipo. O problema está diretamente relacionado a SOCIALIZAÇÃO QUE RECEBEM.

Os homens são criados pela sociedade para serem machistas e misóginos. Mesmo que a família se esforce para criar o homem fora desses padrões de construção machista (o que ainda é excessão, já que infelizmente até as mulheres reproduzem machismo), a sociedade é Machista e Misógina, e esse problema da socialização masculina, não se resolve tão facilmente pois está relacionado a um fator social. O machismo e a misoginia só terá fim com a queda do patriarcado.

ENSINAM a homens e mulheres o quanto somos “inferiores e descartáveis”, e a promessa de uma  “boneca” sexualmente atraente, atendendo aos padrões sociais típicos masculinos, que possui vagina e proporciona prazer, surge com a necessidade masculina por poder e submissão feminina.

É só você observar o que os homens são ensinados a  considerarem como “qualidades” femininas:

que sejam meigas, delicadas, não gordas, nem muito magras, não falem muito, não falem alto, não gostem de chamar atenção (sobretudo mais que eles), não bebam, não fumem, que gostem e saibam cozinhar, limpar a casa, que sejam estáveis emocionalmente, que gostem de transar e estejam sempre disponíveis, sexys e dispostas sexualmente, e que de preferência, façam tudo que eles (os homens) pedem e desejam na cama. Entre tantas outras “qualidades” que só reforçam esteriótipos e submissão, quanto mais, melhor. Praticamente isso, uma “boneca para sexo”, sem vida, sem desejos, sem escolha, que nunca vai dizer não, nem se magoar ou desejar se afastar, sujeita a TODA e QUALQUER vontade e desejo masculino.

Já existem inúmeras sugestões sexuais como essas no mercado, inclusive bonecas com tamanho e feições infantis(como crianças), essas para satisfazer os desejos dos pedófilos ou como alguns gostam de dizer: pessoas com “sexualidades desviantes”, porque o nível de perversão masculina só aumenta, e com a demanda surge o produto.

 

 

 

12 COMENTÁRIOS

  1. Mãe solteira é uma coitada que não passou no filtro de homens dignos e agora terá que se contentar com os restos… Contente-se com sua realidade e não desconte sua frustração em todos os homens.

  2. Olá Isabel. Sou cabeleireiro e a 26 anos lido com mulheres todos os dias, e posso garantir que os gêneros são absolutamente iguais em comportamento com relação à sexo. A única diferença é que os homens tem necessidade maior de expor o seu comportamento ou desejos, enquanto as mulheres são mais discretas. Se compararmos o desenvolvimento de brinquedos sexuais, veremos que a quantidade e variedade dos itens femininos são expressivamente superiores aos masculinos. Concordo que nossa sociedade seja machista, mas a maioria das mulheres acham um absurdo dividir a conta do restaurante com o homem… E sei que a grande maioria dos homens, respeitam, zelam e veneram suas mães, filhas e esposas! Acho que todos os gêneros tem que se dar valor e respeitar a vontade, gosto pessoal e o convívio social enter sí. Críticas terão de todos os gêneros, porque cada indivíduo é diferente um dos outros. O mais importante é se ter respeito entre todos. Abraço a todos, obrigado.

  3. prefiro muito mais uma boneca sexual do que uma dessas cachorras metidas a mulher de hoje em dia, até uma puta vale mais á pena que uma dessas modernetes.
    sua vagina gasta e fedorenta perderá valor no mercado bucetistico assim que a inteligencia artificial e a robótica evoluírem, homens comprarão robôs sexuas de vários “sabores” para satisfazer seus desejos e carência e, deixaram as pseudomulheres e sua encheção de saco de lado.
    vocês estão desesperadas pois sabem que a partir do momento que os homens começarem a cagar para vocês, ninguém mais vai dar bola para essa ladainha que vocês pregam, aí já estarão velhas (35+), com dificuldades de procriar pois os óvulos estarão no final, criando sete ou mais gatos em casa só para ficar com cheiro de merda de gato na casa toda e estarão fazendo uso de tarjas pretas para a cabeça se não ficam loucas de vez.

    • Tá aí mais um maníaco que usa mulher de plástico…. kkkkkkk pois provavelmente não fica duro na presença de uma mulher de verdade, pois é viciado em pornô.
      Eu não sabia que uma mulher precisava de relacionamento para ser MÃE…. para mim continua sendo apenas necessário amor, um ventre e um pouco de semém.
      Enquanto para alguns homens uma mulher for uma vagina, um peito e uma bunda, é melhor mesmo comprar “uma” de plástico…pois a mulher de verdade tem cheiro, movimento, emoção, amor…. um olhar apaixonado na hora H, que leva ambos a outro nível de consciência. Espero que esses homens um dia se deem conta que ser homem mais que isso.

    • Lágrimas suculentas, conheço alguns viados assim como você, que de tanta inveja da mulher, de não ter nascido mulher, da raiva de não conseguir dar gostoso pra aquele cara gato que não dá bola pra vc, destila esse ódio todo.
      Faz assim não. Vai ser feliz e deixa os outros em paz.

  4. Existe o segundo lado também .. https://youtu.be/GKFHZuCvvS4 vale a pena você dar uma olhada 🙂 mulheres que buscam pelo mesmo produto.. acredito eu que isso vai além de morais machistas e vai para uma questão atual de uma profunda doença da alma humana, e mostra quão grande é o problema dos relacionamento dos humanos entre si.. e com eles mesmos!!!

  5. Ao texto, maravilhoso, eu acrescentaria quem além dos esteriótipos femininos machistas que são ensinados aos meninos, as meninas são educadas a ou condicionadas a acreditar que são dependentes de homem para “sobreviver”, se sustentar financeira e emocionalmente.
    Eu vim de uma família, igual a tantas, em que meus pais (sobretudo minha mãe, por um condicionamento infeliz que ela abraçou) desconfiavam ou ridicularizavam a possibilidade de eu não depender de homem pra ser bem sucedida quando adulta. Minha natureza negava isso desde sempre. Era um nado contra a maré, mas que vimos vencendo.

  6. Ao texto, maravilhoso, eu acrescentaria quem além dos esteriótipos femininos machistas que são ensinados aos meninos, as meninas são educadas a ou condicionadas a acreditar que são dependentes de homem para “sobreviver”, se sustentar financeira e emocionalmente.
    Eu vim de uma família, igual a tantas, em que meus pais (sobretudo minha mãe, por um condicionamento infeliz que ela abraçou) desconfiavam ou ridicularizavam a possibilidade de eu não depender de homem pra ser bem sucedida quando adulta. Minha natureza negava isso desde sempre. Era um nado contra a maré, mas que vimos vencendo. Desde sempre quebrando a arrebentação. Desde que me entendos por gente sentindo o machismo ou a educação machista bater como uma onda tentando derrubar, em vão, o racional. A tentar subestimar minha inteligência.
    É terrível que os atributos femininos idealizados pelo machismo sejam tão fortemente confundidos com feminilidade. Que quando alguém peça pra vc ser “feminina” ou qdo ouvimos a palavra “feminilidade” ela pareça ter seu sinônimo definido por todas as “qualidades” que levam à submissão e sexualização enquadrada em desejos unilateralmente machistas. E que nessa leva, “masculinidade” seja definida por atributos opostos. É triste, pq não é nada disso. Ser “fêmea” ou ser “macho”, ser “feminina” ou ser “masculino” nada tem a ver com essas atribuições a não ser socialmente. E a sociedade nesse ponto está plenamente equivocada. Racionalmente isso não faz qualquer sentido e mesmo assim, pra maioria (desses mais de 7 bilhões que somos), soa absurdo.

  7. Pra mim isso só atesta ainda mais a incompetência masculina, ao comprar algo desse tipo, só confirma que ele não tem a capacidade de conquistar uma mulher!
    A boneca nada mais é que um atestado de incompetencia masculina

  8. Olha sem entrar no mérito de opinião misógina ou não, o que mais me impressiona é o fato de desenvolverem um objeto para criar a ilusão de um ato sexual com um parceiro.

    O ato em si consiste em receber e dar prazer, o ser humano que não entende como funciona esta relação de estar completamente entregue e livre de qualquer preconceito, explorando a sexualidade da pessoa, não sabe o que realmente é fazer sexo.

    Fico abismado com o ser humano, que ao contrário de se aproximar de outras pessoas, se fecha cada vez mais em sua bolha onde sua satisfação é a lei.

  9. Que triste ler isso… Chega a ser assustador… E pensar que eu e minhas filhas não passamos de pedaços de carne aos olhos desses nojentos. Já sofri muito na mão de machistas nojentos,hj tenho um companheiro muito diferente, mas pq me imponho, pq homem sem machismo nenhum, eu nunca vi mesmo…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here