Mãe decide não retornar ao trabalhar pra ficar em casa com o filho:

– Preguiçosa! Quantas mães aí voltam ao trabalho e ninguém morreu por causa disso.

– Tá usando filho como desculpa pra ficar em casa.

– Vai largar toda a carreira que você construiu até aqui por causa de um bebê?

Pai decide não retornar ao trabalho pra ficar em casa com filho:

– Paizão, a mulher dele tem que agradecer ter um homem desse.

 

Mãe fazendo o filho dormir:

– Mas tá dormindo de novo?

– Não faz dormir no peito se não fica mal acostumado.

– Tem que cantar pra dormir? Que absurdo!

Pai fazendo o filho dormir:

– Olha ali! Até fazer dormir ele consegue.

 

Mãe alimentando o filho:

– Deixar ele comer com a mão nunca vai conseguir viver em sociedade.

– Usar a colher vai atrasar a autonomia dele.

– Não tá muito quente isso aí não?!

Pai alimentando o filho:

– Que lindo! Só falta dizer que cozinha.

 

Mãe cozinhando para o filho:

– Tu sabe que não coloca sal antes de um ano né? Mas tu não coloca sal? Pecado… Não cozinha muito porque papinha deixa a criança preguiçosa. Não deixa muito duro pra não engasgar. Começa dando frutas pra ir acostumando. Não dá só fruta não, senão vai querer só doce e não vai comer salgado….

Pai cozinhando para o filho:

– Paizão daporra!

 

Mãe brincando com filho:

– Essa criança vai ficar mimada.

– Porque não aproveitas que ele tá tranquilo pra passar aquela pilha de roupa?

– Tu não agitando muito ele não, acabou de comer…

Pai brincando com filho:

– Criança de sorte ter um pai que brinca!

 

Mãe organizando bolsa do filho:

– Colocou um casaco?

– Acho que tem pouca água nessa garrafinha.

– Essa bolsa é de recém nascido, tá na hora de trocar né!?

Pai organizando bolsa do filho:

– Uau! Lembrou até de colocar fraldinha!

 

Mãe conversando:

– Aquela ali não pára de elogiar o filho, parece que tá se achando!

– Coitada! Só fala do filho, parece que não tem outro assunto…

– Só porque agora tem filho, acha que sabe tudo sobre ser mãe.

Pai conversando:

– Nooosssaaa! Sabe até o tamanho da fralda que o filho usa!

 

Mãe na entrevista de emprego:

– Você tem filhos?

– Já viu vaga de creche ou babá caso seja contratada?

– Você teria com quem contar caso seu filho fique doente?

Pai na entrevista de emprego:

– … e se tu tiver filho ainda aumenta um pouquinho mais teu salário com esse auxílio creche aqui…

 

Mulher avisa na empresa que descobriu a gravidez:

– Mas foi planejado? Porque tu sabe que ainda não atingimos as metas né?

– Mais um? Ficasse seis meses em casa ano passado…

– Tu sabe que a fulana e siclana foram demitidas no retorno da licença maternidade né?

Pai avisa na empresa que descobriu a gravidez:

– Toma aqui um aumento já que as despesas vão aumentar e busca logo o charuto pra gente acender com esse uísque aqui!

 

Mãe numa festa sem o filho:

– Cadê o fulaninho?

– Mas tens coragem de deixar teu filho só pra vir festar?

– Tua consciência não fica pesada não sabendo que ele deve estar lá, chorando, pedindo pela mãe?…

Pai numa festa sem o filho:

– E essa chuva né!? Só veio pra atrapalhar…

 

Por mais que a gente pense que “as coisas melhoraram”, ainda há muito o que superar. Os textos, os diálogos, os posts nas redes sociais são tão igualitários entre pais e mães. Mas na prática a teoria é outra. A teoria é tão outra, que fui pesquisar dados científicos que aprofundasse todos esses exemplos da lista, pra não ficar parecendo que é só mais um relato superficial, só mais uma mãe reclamando da maternidade, só mais um textão de Facebook. Porém, não encontrei nada. Não encontrei porque o assunto não é interessante pra manter o sistema patriarcal em que vivemos. Não encontrei porque a universidade é muito mais acessível para o homem, para o pai. O cara que acaba de virar pai consegue tranquilamente continuar sua carreira profissional e acadêmica. A mina que acabou de virar mãe só consegue com muito perrengue, esforço, dedicação, rede de apoio, resistência – quem sabe talvez continuar sua carreira profissional e acadêmica, e com certeza será questionada e julgada por isso.

Porque será que esse assunto sempre parece mãe reclamando?

Se sempre parece mãe reclamando, aonde está o erro?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here