O machismo na década de 50 e 60

O sonho de toda mulher é se casar, ter filhos, cuidar da casa, ser uma boa esposa, ter uma aparência perfeita e ser submissa ao seu marido.
 
É, definitivamente esse não é o sonho de todas. Porém, nas décadas de 50 e 60 ter todos esses requisitos era o sonho da maior parte das mulheres. No filme “O sorriso de Monalisa” retrata inteiramente toda essa sociedade conservadora e machista. Katherine, personagem interpretada pela atriz Julia Roberts no filme, era umas poucas que questionavam o machismo. Além de também ferir todos esses esteriótipos conservadores.
 
Nas décadas de 50 e 60 ser mulher era extremamente difícil, pois além de ter que ser perfeita para a sociedade e para seu marido umas das obrigações era fazer tudo em prol do casamento. Suportar brigas, traições, ordens e abusos. “Destruir” a família não era uma opção.
 
Ao longo do tempo as mulheres vem quebrado essas barreiras e conquistando seu espaço. Os papéis vem se equilibrando, porém ainda se tem muito o que conquistar. As mulheres ainda são vítimas constante do machismo na sociedade.

Redes sociais

  • /TODASfridas
  • @todasfridasoficial
  • @todasfridasoficial
  • comercial@todasfridas.com.br

Todas Fridas

fifitransp