Não é de hoje que os livros, músicas e, principalmente, filmes românticos idealizam comportamentos abusivos. Eles, os filmes, retratam cenas de ciúmes, posse, controle e obsessividade de maneira lírica que muitas vezes acabam levando milhares de pessoas a acreditarem profundamente que são sinais de amor quando, na verdade, são abusos.

Todos esses meios e a própria sociedade reforça que é natural ter atitudes relacionadas ao apego excessivo, posse, controle e obsessividade nos relacionamentos. Mas isso não é verdade e não deveria ser tratado como verdade. Dado que, isso é um dos fatores que pode desencadear e ser o responsável por inúmeros caso de relacionamentos abusivos no mundo.

Por ser absolutamente comum comportamentos abusivos em relacionamentos que se torna tão difícil reconhecer se estamos ou não em um relacionamento abusivo. As vezes a pessoa se sente angustiada, triste, com medo e com a autoestima baixa sem entender o que esta causando tudo isso e não se da conta que pode ser o seu relacionamento.

Ou também você pode ser o que possui atitudes abusivas, por exemplo, ter ciúmes, possessividade, controlar as redes sociais e exigir comportamentos idealizados da sua parceira ou seu parceiro. São comportamentos que na maioria das vezes são considerados inofensivos, mas que têm um grande impacto na outra pessoa.

Não é normal que a outra pessoa te faça acreditar que você nunca vai achar alguém melhor. Não é normal que você faça a sua parceira ou seu parceiro acreditar que ele/ela nunca poderá encontrar alguém melhor. Não é normal esse sentimento de posse, obsessividade e controle no seu relacionamento. É doentio.

Ninguém é posse de ninguém e não deveria ser tratado dessa maneira.

Caso você esteja ou seja um reprodutor desses comportamentos procure ajuda.

Você é muito mais que um relacionamento.

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here